NOTÍCIAS

Prefeitura de Sorocaba abre concorrência pública para construir nova Rodoviária – Agência de Notícias

 

 

A Prefeitura de Sorocaba abriu licitação pública, destinada à contratação de empresa especializada de engenharia, para construção da nova Rodoviária da cidade. O empreendimento, que faz parte do Programa “Sorocaba Tem Pressa”, será edificado na altura do quilômetro 106 da Rodovia Raposo Tavares, no bairro Reserva Parque Fazenda Imperial, Zona Oeste, com a proposta de oferecer uma estrutura moderna e que assegure conforto, segurança e comodidade aos usuários.

“Depois de tantas décadas de espera por parte dos sorocabanos, Sorocaba terá sim uma nova Rodoviária. Depois de definida a empresa e assinado o contrato, a fase seguinte será o início das obras, já em 2024 e com prazo de execução de 12 meses”, adiantou o prefeito Rodrigo Manga.

O edital (CPL n.º 403/2023) foi publicado na edição da última quarta-feira (24), no Jornal “Município de Sorocaba”, com prazo de abertura de propostas às 9h30 do dia 24 de novembro. O documento também está disponível pelo link: https://tinyurl.com/editalconstrucaonovarodoviaria e os interessados em participar podem obter mais informações pelos telefones: (15) 3238-2525/2104/ 2106.

“Nessa data serão conhecidas as empresas interessadas, com a posterior habilitação delas, ou seja, a comprovação daquelas aptas a executar a obra e que atendam a todas as exigências contratuais. Na etapa seguinte, em data a ser definida, ocorrerá a abertura das propostas e, posteriormente, a assinatura do contrato com a empresa vencedora”, explica a superintendente do Centro de Aceleração Desenvolvimento e Inovação (CADI), Jéssica Pedrosa.

O CADI, órgão ligado à Secretaria da Administração (Sead), é o responsável por gerenciar todo contrato de construção da nova Rodoviária, inclusive o cumprimento da garantia, por um prazo de cinco anos, a partir da data da entrega. A nova Rodoviária será custeada por meio de dotação orçamentária prevista na Lei Orçamentária Anual (LOA) 2024, com recursos via Corporação Andina de Fomento (CAF). O valor estimado da obra é de R$ 63,3 milhões.

O empreendimento, em uma área total de 38.240,70 metros quadrados na Avenida Doutor Jose Bella Netto, terá cinco pavimentos e área construída de 20.262,40 metros quadrados, com instalações similares ao conceito utilizado na edificação de aeroportos. O espaço incluirá centro comercial com praça de alimentação, terminal de ônibus urbano, rooftop (terraço), jardins e estacionamentos, entre outros espaços ao público e setores de serviço, além de área administrativa.

A concepção e definição de local da nova Rodoviária visam substituir a atual em operação, localizada no Jardim Vergueiro e datada da década de 1970 e cujas instalações são consideradas obsoletas e desatualizadas, diante dos atuais padrões de mobilidade e integração dos sistemas de transportes. Sua localização, na região central da cidade, também é fator que se mostra inadequado para as necessidades atuais de acessos, deslocamentos, estacionamento, entre outros.

O Programa “Sorocaba Tem Pressa” abrange também outras obras de mobilidade, dentre elas o corredor da Marginal Itanguá, que é parte integrante do Complexo Viário Franco Montoro, que permitirá otimizar o deslocamento, interligando a Zona Norte à Zona Oeste da cidade. Essa obra teve sua primeira etapa entregue e já se observa ganho de tempo no deslocamento. Com o segundo trecho, ligando a Av. Dr. Américo Figueiredo, no Jardim Simus, à Avenida Luiz Mendes de Almeida, a iniciativa fomentará estruturas de urbanização, serviços e comércio na Zona Oeste, como é o caso da Nova Rodoviária, o futuro Instituto Federal, além de acessos aos Hospitais “Adibe Jatene” e Miguel Soeiro (Unimed).

 

Fonte: noticias.sorocaba.sp.gov.br/prefeitura-de-sorocaba-abre-concorrencia-publica-para-construir-nova-rodoviaria